TPM: tudo que você precisa saber

O que é 

Também conhecida como tensão pré-menstrual, a TPM surge por causa das flutuações dos hormônios estrogênio e progesterona durante o ciclo menstrual. A redução nos níveis de serotonina, um neurotransmissor que ajuda a promover bem estar, influencia diretamente  nas alterações do humor durante esse período. 

Confira no próximo tópico os principais sintomas físicos e emocionais desse período. 

Principais sintomas 

Dentre os sintomas físicos e emocionais da Tensão Pré-Menstrual podemos citar: 

  • Seios doloridos; 
  • Ansiedade; 
  • Irritabilidade;
  • Dor de cabeça; 
  • Inchaço; 
  • Acne; 
  • Cansaço excessivo. 

Vale ressaltar que, os sintomas variam em cada mulher. Inclusive, quando esses sintomas se apresentam de forma mais grave e afetam tarefas cotidianas, é necessário buscar orientação médica.

Confira no próximo tópico como você pode atenuar os desconfortos da TPM. 

Como aliviar os sintomas da TPM 

Pratique atividades físicas

Como dito anteriormente, as alterações de humor são decorrentes da diminuição da produção de Serotonina, certo? Então, os exercícios físicos podem ser excelentes aliados na manutenção do humor e bem-estar, porque ele ajuda a aumentar os níveis desse neurotransmissor. 

 

Além disso, a prática regular de atividades físicas melhora o funcionamento do intestino e a circulação de sangue, ajudando a diminuir o inchaço. 

 

Tenha uma alimentação rica em Triptofano 

O Triptofano é o precursor da serotonina, também auxiliando no bem-estar. Entre os principais alimentos ricos nesse aminoácido estão: peixe, pão, arroz integral, queijo e ovos. 

Faça o gerenciamento do estresse 

Ter uma rotina mais relaxante e momentos de autocuidado podem ajudar no combate aos sintomas da TPM. Isso porque, o estresse pode gerar diversas alterações no seu ciclo menstrual. 

Sendo assim, invista em ter uma boa higiene do sono, fazer psicoterapia e momentos de qualidade com família e amigos.

Se necessário, suplemente! 

A suplementação é uma excelente forma de atenuar os sintomas da TPM, fornecendo os nutrientes necessários para manter o seu corpo e mente ainda mais saudáveis. 

Confira os principais ativos que podem ajudar a aliviar os sintomas da TPM

  • Para sensibilidade da mama: Vitamina E e Óleo de Prímula
  • Para enxaqueca: Magnésio Dimalato
  • Para irritabilidade: Hidroxitriptofano, Vitamina B6 e Zinco. 

Orce seu manipulado conosco 

Pensando no sucesso do seu tratamento, nós manipulamos os seus medicamentos através de diversos veículos e formas farmacêuticas. Converse com o seu ginecologista para saber qual o tratamento indicado para você e fale com nossa equipe de atendimento para saber mais. 

 

Triptofano: o que é e qual sua importância

O que é 

O Triptofano é caracterizado como um aminoácido essencial que pode ser obtido através da alimentação e da suplementação, sendo muito utilizado como uma alternativa terapêutica no tratamento do estresse, hiperatividade, depressão e distúrbios do sono. Entre os principais benefícios podemos citar: 

 

  • Auxilia no combate à depressão e ansiedade; 
  • Promove bem-estar;
  • Melhora a memória; 
  • Ajuda no processo de aprendizagem; 
  • Auxilia na regulação do sono; 

 

Confira quais alimentos são ricos nesse aminoácido no próximo tópico. 

Alimentos ricos em Triptofano 

Dentre os principais alimentos ricos em Triptofano estão: 

 

  • Peito de frango 
  • Ovos cozidos 
  • Semente de abóbora 
  • Chocolate meio amargo 
  • Amendoim torrado 
  • Feijão carioca cozido 
  • Castanha de caju 
  • Batata 
  • Frango 

 

Vale ressaltar que, também existem alimentos que atrapalham a sensação de bem-estar, tais como: alimentos industrializados, ricos em gorduras saturadas ou bebidas alcoólicas. Isso porque eles podem causar inflamações e atrapalhar a absorção de vitaminas. 

 

Além disso, mesmo com uma alimentação rica em triptofano, estudos mostram que apenas uma fração do triptofano é convertido em 5-hidroxitriptofano, que dá origem à serotonina. 

 

Além disso, sempre que existe a carência de vitamina B3 no organismo, esse neurotransmissor é convertido para suprir essa carência. Sendo assim, sempre que houver a necessidade de suplementar triptofano, é necessário acrescentar a vitamina B3 na alimentação e/ou na suplementação. Do contrário, pode comprometer diversas funções cognitivas. 

Orce seu manipulado conosco 

Pensando no sucesso do seu tratamento, a Officilab manipula seus medicamentos através de diversos veículos e formas farmacêuticas. Converse com o seu médico para saber qual o tratamento indicado para você e fale com nossa equipe de atendimento para saber mais. 

Guia da alimentação na menopausa

O que é a menopausa?

A menopausa é um período que marca o fim da fase reprodutiva e geralmente ocorre entre os 45 e 55 anos, não havendo mais períodos de ovulação. Isso porque uma diminuição significativa da produção dos hormônios estrogênio e progesterona, trazendo sintomas como: 

 

  • Ondas de calor 
  • Palpitações 
  • Insônia 
  • Diminuição da libido 
  • Aumento do estresse e ansiedade
  • Sinais de envelhecimento cutâneo

 

Confira no próximo tópico a relação entre esse período com a alimentação. 

 

Qual a relação da alimentação com a menopausa? 

Ter uma alimentação mais saudável pode ter efeito atenuante nos incômodos nessa fase. Isso porque eles influenciam diretamente no bem-estar e na qualidade de vida. 

 

Sendo assim, investir em uma alimentação rica em excelentes fontes de nutrientes e evitar industrializados e ultraprocessados pode ser uma excelente forma de passar por essa fase de uma forma ainda mais tranquila. 

 

Vale ressaltar que, a alimentação saudável é apenas um dos pilares de tratamento da menopausa. Por isso, é necessário buscar orientação médica para ter um tratamento personalizado de acordo com as suas necessidades. 

 

Como ter uma alimentação mais saudável na menopausa

 

Inclua fitoestrogênios na sua alimentação 

Os fitoestrogênios ajudam a aliviar sintomas como o excesso de estresse e ansiedade e as ondas de calor. Eles podem ser encontrados em alimentos como: 

  • sementes de linhaça, girassol e gergelim 
  • alho
  • alfafa 
  • pistache 
  • ameixa 
  • amêndoas

 

Invista em alimentos ricos em vitamina C 

O consumo rico nesta vitamina auxilia no fortalecimento do sistema imune, promove a firmeza da pele e aumenta a absorção de colágeno no organismo. Ela pode ser encontrada em alimentos como: 

  • kiwi 
  • morango 
  • laranja 
  • mamão 
  • tangerina 

 

Não esqueça do cálcio e da vitamina D

Tendo em vista que na menopausa aumentam os riscos de desenvolvimento de osteopenia ou osteoporose, esses nutrientes são essenciais para a saúde óssea. Você pode encontrá-los em alimentos como: 

  • leite desnatado 
  • iogurte natural 
  • queijo branco 
  • salmão 
  • sardinha
  • brócolis 

 

Confira no próximo tópico os ativos que podem ajudar na atenuação dos sintomas da menopausa! 

 

Conheça os ativos que ajudam a atenuar os sintomas da menopausa 

S-Equol 

O S-Equol é um metabólito ativo da isoflavona, que é o principal componente da soja, produzido pela ação da microbiota intestinal. Confira os principais benefícios: 

 

  • Previne o envelhecimento precoce 
  • Reduz os fogachos e ondas de calor 
  • Auxilia no aumento da densidade óssea 
  • Reduz as rugas 

 

Silanox

Esse ativo é um suplemento que ajuda positivamente no processo de perda de massa óssea, tendo rápida absorção. Dentre os principais benefícios do Silanox, podemos citar: 

 

  • Fonte de fibras com efeito prebiótico 
  • Estimula a produção de colágeno Tipo I 
  • Pode ser associado a outras vitaminas e minerais 
  • Diminui os efeitos da osteoporose 

 

Libifem

Possui extrato de Fenogreco, que é capaz de promover um deslocamento da testosterona livre, aumentando sua concentração em nosso organismo. Seus principais benefícios são: 

 

  • Ajuda no aumento da libido 
  • Mantém os níveis normais de estradiol e progesterona 
  • Auxilia na redução de sintomas da menopausa 
  • Favorece a modulação hormonal feminina 

 

Após a consulta com seu médico, orce seu manipulado com a Officilab. Clique aqui e entre em contato com nossa equipe de atendimento. 

Vitamina D: o que é, benefícios e como obter

O que é 

A vitamina D é uma vitamina lipossolúvel que pode ser produzida naturalmente no organismo através da exposição da pele à luz solar. Além disso, ela pode ser obtida por meio da suplementação e de alguns alimentos como: 

  • Peixes 
  • Ovos 
  • Leite
  • Fígado 
  • Cogumelo 

Confira no próximo tópico os principais benefícios dessa vitamina. 

 

Principais benefícios 

Fortalecimento dos ossos e dentes 

A vitamina D aumenta a absorção de cálcio e fósforo no intestino, facilitando a entrada desses minerais nos ossos, que são essenciais para a sua formação. Além disso, ela participa do processo de formação dos músculos, que está ligada a uma maior força e agilidade muscular. 

Ajuda na prevenção da diabetes 

Isso acontece porque essa vitamina atua na manutenção do órgão responsável pela produção de insulina e no hormônio que regula os níveis de glicose. 

Melhora da saúde cardiovascular 

A vitamina D ajuda a diminuir a pressão arterial, reduzindo o risco de hipertensão e outras doenças cardiovasculares. 

Promove bem-estar 

Estudos associam a falta de vitamina D a condições como depressão e ansiedade, concluindo que, o consumo dessa vitamina pode promover bem-estar mental. 

Quando devo suplementar? 

Na maioria das vezes, os sintomas da falta de vitamina D são sutis e até podem ser confundidos com outras condições de saúde. No entanto, os principais sintomas ligados à deficiência de vitamina D estão: 

 

  • Fadiga 
  • Espasmos musculares 
  • Mal-estar 
  • Dor muscular 
  • Fraqueza e dor nos ossos 

 

Se você apresenta algum desses sintomas, pode ser que a suplementação seja necessária. Entretanto, é essencial buscar ajuda médica para saber quais os melhores tratamentos para você. 

Orce seu manipulado conosco 

Consulte seu médico para saber o tratamento indicado para você e converse com a nossa equipe de atendimento para saber mais. 

Saúde Holística: o que é e como funciona

O que é saúde holística? 

Vindo do grego, a palavra Holismo significa inteiro ou todo. Sendo assim, a visão holística da saúde busca compreender a pessoa em todos os seus aspectos para poder investigar as causas de uma doença e levá-la a cura. 

 

Para ilustrar a situação, confira o nosso exemplo: uma pessoa que sente dores de cabeça simplesmente pode tomar um remédio para aliviar a dor, certo? No entanto, de acordo com a visão holística se essa dor volta constantemente, é sinal de que a pessoa está voltando o seu foco para eliminar os sintomas e não as possíveis causas do problema.

 

Confira no próximo tópico como funciona a visão holística da saúde. 

 

Como funciona a visão holística da saúde?

 

Como dito anteriormente, a visão holística busca um tratamento como um todo, tendo 5 aspectos a serem trabalhados para facilitar o bem-estar que leva a saúde ideal, sendo eles: 

Físico 

É o principal aspecto na hora de ser lembrado pelas pessoas quando falamos em saúde.  Isso porque, o corpo muitas vezes mostra determinados sinais que demonstram se está bem ou não. As principais formas de cuidar desse tipo de aspecto são:

  • Ter boas noites de sono 
  • Ter uma alimentação equilibrada 
  • Praticar atividade física regularmente 
  • Evitar o consumo excessivo do álcool 

 

Emocional 

Tão importante quanto a saúde física, a saúde emocional se refere ao nosso humor e emoções diárias, precisando de cuidados específicos assim como a saúde física. Para cuidar deste aspecto é necessário: 

  • Fazer terapia 
  • Praticar mindfulness
  • Gerenciamento do estresse e ansiedade 
  • Praticar o autoconhecimento 

Social 

É referente às conexões com amigos, família, colegas de trabalho e comunidade. As principais formas de cuidados com esse aspecto são: 

  • Passar mais tempo com as pessoas que ama 
  • Ser mais ativo na comunidade local 
  • Participar de projetos sociais 
  • Ter limites bem estabelecidos dentro de suas relações 

Espiritual

Não tem necessariamente um teor religioso. Esse aspecto é referente a como se você conecta com o seu interior. Para praticar os cuidados com esse aspecto, é necessário: 

  • Ter mais contato com a natureza 
  • Para quem é religioso, praticar a fé 
  • Meditar 

 

Mental 

O aspecto mental diz respeito às habilidades cognitivas que afetam o funcionamento do cérebro. Para cuidar deste aspecto é necessário: 

  • Manter a mente ativa 
  • Consumir alimentos que beneficiem a cognição, como os antioxidantes e ômega-3 

 

Confira no próximo tópico como praticar a terapia holística e quais práticas você pode aderir. 

 

Como praticar a terapia holística?

A terapia holística abrange diversas práticas complementares, com abordagens que abrangem todos os aspectos integrantes da saúde de uma pessoa. Entre as principais práticas de saúde encontradas nessa modalidade estão: 

  • quiropraxia;
  • fitoterapia; 
  • yoga;
  • meditação; 
  • acupuntura;
  • medicina chinesa. 

 

Gostou? E o melhor de tudo, nós podemos te ajudar! Saiba como no próximo tópico. 

Saiba como a Officilab pode te ajudar! 

A Officilab trabalha com uma diversidade de ativos fitoterápicos e formas farmacêuticas que podem ajudar no seu tratamento. Converse com nossa equipe de atendimento e orce seu manipulado conosco! 

 

Pré-treino: dicas de alimentação e suplementação

Você sabia que a alimentação pré-treino pode influenciar diretamente nos seus resultados? 

Separamos alguns alimentos que podem fornecer os nutrientes que auxiliam em um treino bem-sucedido, te ajudando na queima de calorias e ganho de massa muscular. Além disso, temos várias dicas de suplementos e ativos que podem te ajudar nessa missão. 

Dicas de alimentação pré treino 

Banana

A banana possui uma grande quantidade de carboidratos de fácil digestão, além de ser rica em potássio e vitamina B, ela é uma ótima fonte de fornecimento rápido de energia.  

Ovos

O ovo é fonte de proteína e contribui para a síntese de massa magra, sendo excelente para quem faz musculação ou tem como objetivo o emagrecimento. 

Abacate 

Além de fornecer energia para o treino, o abacate ajuda na hipertrofia e auxilia na recuperação muscular. 

Batata doce 

A batata doce é uma fonte de carboidrato com baixo índice glicêmico, sendo absorvida pelo corpo de forma mais lenta e promovendo  saciedade. As quantidades a se servir variam de acordo com a intensidade do treino.

Sanduíche Natural 

Seja com pasta de atum ou patê de frango, o sanduíche natural é uma excelente escolha para quem faz musculação já que mistura o carboidrato do pão com a proteína da ave ou do peixe. Isso porque, a proteína ajuda no reparo muscular e na liberação mais lenta da glicose no sangue. 

Além da alimentação, a suplementação é uma excelente forma de ter mais energia e melhorar a performance esportiva. Entretanto, ela deve ser utilizada somente com recomendação médica ou nutricional. 

Ativos e suplementos 

Proteínas em pó 

Mais conhecido como Whey Protein, é um suplemento proteico que auxilia no aumento do percentual de massa magra. 

Termogênico

Ajuda a acelerar o metabolismo, potencializando a perda calórica. 

Long Jack 

Estudos comprovam que esse ativo tem efeitos positivos na melhora da performance, bem como na regulação da glicemia  

Bulbine Natalensis 

Apresenta efeitos anabólicos, estimulando a síntese proteica muscular. Ou seja, ele aumenta a massa magra e melhora o desempenho e a força física. 

Orce seu manipulado conosco

Consulte seu médico para saber o tratamento indicado para você e converse com a nossa equipe de atendimento para saber mais. 

4 Dicas para Emagrecer com Saúde

Sabemos que o emagrecimento saudável está atrelado a uma dieta balanceada e a prática de exercícios físicos, mas muitas vezes não conseguimos encontrar esse equilíbrio para alcançarmos o objetivo desejado. Por isso, separamos algumas dicas, que irão te auxiliar nesse processo.

1 – Beba muita água:
De uma maneira geral, a água é essencial para o bom funcionamento do nosso organismo. Muitas reações do nosso corpo acontecem na presença dela, como a quebra de gordura, a eliminação de toxinas e o transporte de nutrientes para as células, que impactam diretamente no processo de emagrecimento. A recomendação é que devemos beber uma média de 2 litros de água por dia. Para não esquecer, tenha sempre uma garrafa ao seu alcance, isso irá lhe ajudar a se manter hidratado!

2- Tenha uma alimentação equilibrada e variada:
Quanto mais colorido melhor! Para uma refeição completa e nutritiva, monte um prato com carboidratos, proteínas, hortaliças e legumes. A sugestão de ter 5 cores diferentes no prato, ajuda muito nesse processo de reeducação alimentar, pois cada uma delas tem uma função específica para o seu organismo, que irá se beneficiar dessa variedade. Dietas muito restritivas nem sempre são a melhor opção para emagrecer de forma saudável.

3- Pratique exercícios físicos com regularidade:
Como o objetivo é emagrecer com saúde, a prática de exercícios físicos é fundamental. A atividade física aumenta a sua taxa metabólica e isso ocasiona uma queima maior de calorias, fazendo com o que você perca peso mais rapidamente. A prática de exercícios traz diversos benefícios para saúde do corpo e da mente. Por isso, não deixe de fazer pelo menos 30 minutos por dia.

4 – Preste atenção aos sinais do seu corpo:
Você já ouviu a expressão “nosso corpo fala” ? Pois é, essa é a mais pura verdade. Sintomas como queda de cabelo, unhas fracas e quebradiças, desânimo, fraqueza, indisposição, tontura e constipação intestinal, podem indicar que algo na sua dieta não está correto. É importante que tudo esteja em harmonia, para que o emagrecimento ocorra de maneira saudável. Por isso, fiquem atentos aos sinais que seu corpo pode dar nesse período.

Essas 4 dicas, lhe ajudarão a ter uma vida mais equilibrada, com mais energia e saúde. Porém, é sempre importante ter o acompanhamento de um profissional da área, apenas ele poderá avaliar o melhor caminho para você. O principal é dar o primeiro passo, rumo ao novo estilo de vida!

Sono da beleza: mito ou verdade?

Provavelmente você já ouviu falar nessa expressão, correto? E de fato, uma boa noite de sono, além de proporcionar benefícios para a nossa saúde mental e física – aumento da concentração, melhora do humor, prevenção de problemas cardíacos, redução do estresse -, o sono ajuda na saúde da nossa pele.

Isto porque, o sono reparador é essencial manter nosso metabolismo saudável o que se reflete no aspecto da pele. Além disso, uma noite agitada favorece o aparecimento de olheiras no dia seguinte. Vamos te explicar um pouco mais sobre os benefícios do sono da beleza. Confira! 

As fases do sono

Para ter uma boa noite de sono, é necessário dormir no mínimo 8 horas por dia. Quando a iluminação natural do dia começa a escurecer, a glândula pineal começa a produzir a melatonina para nos induzir a dormir. E ao raiar do sol a glândula baixa a sua produção, indicando que é hora de acordar. A melatonina, junto com os outros hormônios, estimula a liberação de fatores de crescimento epidérmicos, estimula a produção de colágeno, melhora a vascularização e o detox.

Nas primeiras três horas, o organismo começa a liberar o hormônio do crescimento (GH), que é encarregado por manter a aparência mais jovem e radiante da pele. Então, a partir da liberação dessa substância, são reparados os danos diários sofridos pela epiderme, evitando o processo de envelhecimento precoce. 

Na última fase do ciclo, a pele passa por uma mudança de temperatura até ficar tão fria quanto possível. Isso relaxa os músculos, o que leva à fase de recuperação mais profunda do descanso. 

Quais as vantagens do sono da beleza? 

Hidratação natural: é normal durante o sono você transpirar mais. Isso ocorre devido ao reequilíbrio da hidratação e à recuperação da umidade do seu corpo. Sendo assim, dormir é um hidratante natural que auxilia na suavização das rugas. 

Pele mais viçosa: uma noite de sono reparadora, ajuda o sangue a fluir de maneira mais eficiente pelo seu corpo, o que contribui para uma oxigenação melhor. Portanto, com a chegada do oxigênio em todas as células, a pele ganha um aspecto corado e bonito. 

Sistema imunológico mais forte: ele é responsável por combater doenças e infecções no nosso organismo. Uma boa noite de sono melhora a imunidade e a saúde. Logo, quem sofre com problemas graves de acne pode ver uma melhora significativa no tratamento graças a um sistema imunológico eficiente já que  se o corpo está suscetível à entrada de bactérias e vírus, combater inflamações pode ser mais difícil. 

Processo de envelhecimento desacelerado: o colágeno é uma proteína responsável pela elasticidade e resistência da pele. A falta de uma boa noite de sono gera um processo inflamatório assintomático mas que prejudica a formação de colágeno favorecendo o envelhecimento precoce, o aparecimento de rugas e flacidez. 

Benefícios dos probióticos para a saúde íntima feminina

Diversos fatores podem impactar no equilíbrio do microbioma vaginal e trazer alterações indesejadas no organismo. Muitas mulheres sofrem com infecções bacterianas em idade reprodutiva e são amplamente conhecidas por causarem infertilidade devido ao processo inflamatório que provocam. 

 

Os probióticos são muito conhecidos por ter diversos benefícios para o intestino, mas o que poucas pessoas sabem são os benefícios dele para a saúde íntima feminina. Por este motivo, separamos alguns destaques da importância dos  probióticos para a saúde das mulheres. Confira! 

 

Benefícios 

 

Os probióticos possuem a capacidade de manter e restaurar o equilíbrio da microflora intestinal e vaginal, com consequências positivas na saúde feminina incluindo o controle do estresse e o estímulo as defesas naturais. 

 

O equilíbrio da flora vaginal é frágil e muitos fatores internos e externos podem afetá-los. Embora nossa saúde seja um reflexo de muitos fatores, estudos mostram que a suplementação probiótica pode trazer muitos benefícios.

 

Algumas das questões que podem ser tratadas com o uso de probióticos são: vaginoses bacterianas, candidíase e desconforto no trato urinário. Um microbioma vaginal saudável  é caracterizado por uma alta presença de lactobacilos,  o contrário é verdadeiro, baixa concentração de lactobacilos promove desequilíbrio, processo conhecido como disbiose e como consequência o aumento do risco de doenças.

 

 Portanto, o uso de probióticos, seja via oral ou intravaginal, demonstra ter uma boa eficácia na saúde íntima feminina. Além dos probióticos, é importante fazer uma reeducação alimentar aliada a outros hábitos de vida saudáveis para manter a microbiota saudável e garantir um bom funcionamento do organismo.